Hot Girls Wanted: Turned On (Divulgação NETFLIX)

Em 2015 foi lançado um documentário chamado Hot Girls Wanted, premiado em Cannes e exibido pela NETFLIX, agora em 2017 temos uma série derivada desse documentário, intitulada Hot Girls Wanted: Turned On. A produção da série é feita por Rashida Jones, Jill Bauer e Ronna Gradus. Jill e Ronna foram os responsáveis pelo filme em 2015, que falava sobre como o setor pornográfico e a internet estão mudando a sociedade.

A série tem um total de 6 episódios e teve sua estreia no Festival de Sundance desse ano. Ela trata de temas como intimidade, raça, política e gênero, sempre com um olhar bem crítico.

Hot Girls Wanted: Turned On (Divulgação NETFLIX)

A série como um todo é uma grande crítica a esse mundo que explora mulheres e faz com que adolescentes ingênuos pensem que aquilo que se vê na tela é sexo de verdade, gerando aí um complexo na masculinidade dos homens e também uma má concepção da figura feminina no ato sexual e no envolvimento como um todo.

Também é abordado o papel da mulher nessa indústria, de como existem poucas diretoras e produtoras trabalhando nessa área, o que nos leva ao machismo implícito nas fotos e filmagens, com uma objetificação feminina fora de controle.

É válido para quem gosta do tema e queira se informar um pouco mais sobre como a internet tem afetado a nossa sociedade. E claro, recomendado para maiores de 18 anos.

Deixe seu comentário