Person of Interest é uma série incrível
Person of Interest é uma série incrível

Você está sendo vigiado. Neste momento provavelmente há alguma câmera ou microfone que possa estar captando o que você está fazendo. Seu notebook tem uma webcam, seu celular tem câmeras, o controle da sua Smart TV possui um microfone, a rua em que você mora têm câmeras de segurança, o GPS do seu carro está registrando todo o seu trajeto.

Recentemente circulou pela internet uma foto de Mark Zuckerberg em que seu laptop está com a webcam tampada por uma fita adesiva. Paranoia? Talvez. Isso lembrou uma série que começou em 2011 e chegou ao fim agora em 2016 com cinco temporadas incríveis. A série é Person of Interest.

Provavelmente você não deve ter conhecido graças a nossa mania de adaptar títulos. Talvez a conheça como “Pessoa de Interesse” (SBT) ou “Sob Suspeita” (Warner). Sim, tantos títulos e nenhum foi vendido como deveria. A série durou cinco anos na CBS, emissora norte-americana, e manteve o legado de J.J. Abrams na televisão.

Person of Interest é uma criação de Jonathan Nolan, irmão de Christopher Nolan, e que agora está trabalhando em sua nova série chamada Westworld, produção encomendada pela HBO com previsão de estreia para ainda este ano.

Para quem conhece os trabalhos de J.J. Abrams desde a aclamada série LOST, saiba que Person of Interest contém vários easter eggs da produção anterior. Para completar, temos o ator Michael Emerson como um dos protagonistas.

Trata-se de um thriller sobre um ex-agente da CIA, John Reese (Jim Caviezel), e um bilionário misterioso, Harold Finch (Emerson), que previnem crimes violentos utilizando uma máquina que consegue predizer pessoas e evitar acontecimentos trágicos. Essa máquina, uma inteligência artificial, foi criada por Finch que a programou para liberar apenas números dessas pessoas que podem ou vão estar em perigo, e assim eles podem tentar salvá-las pessoalmente, já que o governo considera essas pessoas irrelevantes.

Lembrando que é uma série de ficção científica, aparentemente.

É uma produção diferente. Merece ser vista e compartilhada. Não é um Game of Thrones, mas pelo menos parte da trilha sonora é de Ramin Djawadi (mesmo compositor).

Deixe seu comentário sobre Person of Interest caso já tenha assistido, compartilhe com a gente sua opinião!

Deixe seu comentário